min para ler
18 de Julho, 2022

Educação Varejo

Lojas Renner S.A.: formação em dados para o mercado de TI

formação em dados

Foi um grande prazer trabalhar com a CESAR School e conhecer o trabalho que eu já ouvia falar. Tanto os mentores, quanto os alunos, tiveram uma relação de confiança muito interessante, e hoje sabemos que os participantes estão bem encaminhados no mercado de trabalho. O CESAR proporcionou um espaço de networking, um vínculo entre alunos, mentores e professores e as expectativas foram muito bem atendidas.  - Bernardo Ignarra, Analista de Relacionamento com Talentos da Lojas Renner S.A.

Desafiada pelo descompasso entre a aceleração digital na organização e a disponibilidade de profissionais qualificados em TI no mercado, a Lojas Renner S.A. buscou o CESAR a fim de promover um programa de Educação Corporativa a fim de formar pessoas para atender às demandas reprimidas de tecnologia da informação na empresa.

Conglomerado de marcas com mais de 80 anos de existência, a Lojas Renner S.A. é um ecossistema de moda e lifestyle com clientes e colaboradores por todo o Brasil. Entre os diferenciais da organização, suas iniciativas relacionadas à tecnologia, inovação e desenvolvimento de profissionais se destacam pelo compromisso de engajar os colaboradores em uma cultura digital, ágil e tech.

A ideia de oferecer um programa de formação em dados nasceu no compromisso assumido por duas dessas iniciativas: a Encantech, comunidade da área de TI responsável pelo posicionamento da Lojas Renner S.A. no mercado como marca empregadora de tecnologia, e o Circuito, que desenvolve talentos da organização e a aproxima de ecossistemas de Educação e Inovação, como o CESAR, um centro impulsionador da transformação digital.

O desafio: demandas crescentes para a área tech

Segundo o relatório de 2021 da Brasscom, a procura por profissionais de tecnologia da informação chegará ao patamar de 797 mil pessoas até 2025. Isso representa um cenário de apagão de mão de obra cuja projeção é de um déficit anual de 106 mil talentos na área.

Depender do ritmo de formação em TI dos centros educacionais, bem como da mudança de seus programas para contemplar a realidade digital, é ineficiente. Em vez disso, as corporações podem percorrer o caminho inverso e trazer a escola para dentro da empresa.
  
Vivenciei muito na pele essa dificuldade de conseguir profissionais qualificados, esse gap de profissionais que estão se movendo para outras empresas, inclusive internacionais, e eu entendo que não vamos conseguir formar essas pessoas na velocidade que precisamos só com base nas universidades, precisamos que as empresas façam esse esforço para trazer para si essa formação”, conta Bernardo Ignarra, analista de Relacionamento com Talentos da Lojas Renner S.A.

Conhecida principalmente pela sua atuação nos segmentos de moda e lifestyle, a organização está em um acelerado processo de transformação digital, sua extensa área tech trabalha com estratégias, soluções e decisões corporativas cada vez mais orientadas por dados, assim, há uma grande demanda de mão de obra capaz de atuar nessa frente tecnológica. 

Além do desafio de atração, a organização também possui gaps específicos, relacionados aos desafios reais e atuais da empresa, o que dificulta o recrutamento e seleção dos (pouco) profissionais compatíveis no mercado e com experiências de trabalho semelhantes. 

A solução: uma formação personalizada e acelerada de talentos na área de dados

A ideia do programa de formação em dados foi concebida ainda na Lojas Renner S.A., em uma maratona de intraempreendedorismo na qual squads trabalharam propostas de soluções para os desafios da empresa. Para o problema da escassez de profissionais em TI, o squad do Bernardo propôs um programa de formação de curta duração com a possibilidade de personalização da ementa para contemplar os desafios reais da organização. 

“Toda empresa quer um programa de formação para chamar de seu, mas eles não costumam ter tanta maleabilidade no conteúdo, que era o que estávamos precisando na hora”, revela Bernardo.

formação em dados
A proposta foi tão bem recebida pela liderança, que se tornou um projeto efetivo de Educação Corporativa na organização. Para executá-lo, a organização buscou o CESAR, que trouxe para o circuito a CESAR School, nossa escola de inovação. 

A School foi responsável por toda estrutura pedagógica do programa.  Guiados pelas temáticas definidas pela Lojas Renner S.A., desenhamos a proposta da ementa, selecionamos professores  do CESAR para ministrar as aulas e fomos responsáveis pelo processo de avaliação dos alunos.

Desde o início, o intuito foi ensinar aos estudantes conceitos que iam do básico ao avançado de Tecnologia da Informação e Ciência de Dados, oferecendo-lhes a possibilidade de escolher uma trilha específica de formação para seguir, entre os temas de Data Analysis, Data Science e Machine Learning e Data Engineering.

Acompanhamento contínuo durante todo o ciclo de ensino e aprendizado

A formação contou com 75 vagas a serem distribuídas por todo o Brasil, tanto para profissionais externos, quanto colaboradores da Lojas Renner S.A. Para as inscrições, o time de Capital Humano do CESAR criou uma página de divulgação da formação, associada a uma plataforma de recrutamento, com ferramentas de testes como codility, DISC e raciocínio lógico. 

Uma vez selecionados, os estudantes iniciaram uma trilha básica, na qual aprenderam conteúdos introdutórios sobre Tecnologia da Informação e Metodologias Ágeis, Cultura Devops e Métodos de Design.

Em seguida, houve um processo de avaliação e seleção de 45 estudantes que dariam continuidade ao curso em uma fase mais aprofundada. A partir daí, eles puderam escolher qual seria a jornada de interesse de cada um, entre Data Analysis, Data Science e Machine Learning e Data Engineering.

Por serem ministradas por professores e colaboradores que atuam em times de tecnologias do CESAR, ou seja, pessoas que já estão inseridas no mercado corporativo desenvolvendo soluções para diversas empresas, foi possível trazer para a sala de aula conhecimentos associados à realidade, envolvendo estudantes em desafios e mantendo seu engajamento e aproveitamento da formação.

Durante o programa, mentores da Lojas Renner S.A.  acompanharam as aulas para compartilhar a visão da empresa, experiências sobre o dia a dia de trabalho, esclarecer dúvidas técnicas e levar cases reais da organização para serem trabalhados em cada encontro. Em outros momentos, também foram realizados encontros de imersão pelo time de Gente & Sustentabilidade da organização, para falar sobre o desenvolvimento de carreira e cultura da empresa, proporcionar momentos de integração e confraternização dos participantes, assim como dinâmicas e bate-papos. 

“Desde o início, era da nossa vontade ter uma participação ativa na formação, a cultura da empresa seria trazida por nós, por isso, tiveram colaboradores participando, mentores, personificando a marca com a cara do colaborador”, conta Bernardo.

Profissionais aptos a ingressar no mercado de trabalho em TI

Ao fim, o programa promoveu uma formação rápida, gratuita e remota de 39 estudantes, com os conteúdos mais em alta no mercado da tecnologia e dos dados, a partir de aulas ministradas por professores com uma grande experiência no mercado de trabalho. 

“De todos os projetos que já participei, eu acredito que o programa de residência é o que tem o maior potencial para transformar a realidade das pessoas que participam dele. O programa traz um grande valor para empresas e pessoas, e pode ser desenhado para desenvolver várias habilidades, de acordo com diversos contextos. Fico muito feliz por ver que podemos formar pessoas para o mercado” - Cris Sanches, Gerente de Projetos do CESAR.

Do ponto de vista dos estudantes, o resultado também foi muito satisfatório: o programa obteve um NPS, metodologia de satisfação de clientes, de 91% de aprovação. Na avaliação individual das turmas, o número é ainda maior, chegando aos 93%. 

Eu entrei no programa buscando mais conhecimento na área de Data Science, pois era algo que eu já tinha muito interesse e não era fácil achar conteúdos bem estruturados, principalmente gratuitos ou a um preço acessível. Eu saí do programa com muito mais conhecimento que eu imaginava ter e com uma boa noção de como colocar em prática o que aprendido, pois a formação fornecida explicou não só a parte teórica, mas me deu base para que eu compreendesse a teoria e me proporcionou muitos momentos de prática, tanto junto aos professores quanto sozinha. Foi incrível! - Carolina Seixas, aluna da formação em dados.

Outro ponto trazido pelos participantes foram as avaliações positivas sobre a condução das aulas pelos professores, o que reforça que a metodologia hands-on, na qual o conteúdo é apresentado junto à prática e desenvolvimento de competências e habilidades, incentiva a motivação, interesse e aprendizado dos estudantes. 

Professores e mentores da Lojas Renner S.A. e CESAR

Material incrível, aulas incríveis e, principalmente, uma metodologia de ensino incrível. O modo como a aula foi guiada foi sensacional, com gamificação, músicas e interações! - Lucas Bortoloso, aluno da formação em dados.

Hoje, os estudantes se sentem preparados e confiantes para fazerem a diferença em uma empresa, contribuindo para solucionar seus desafios tecnológicos. 

A Educação Corporativa como aliada para os desafios de mão de obra em TI

O CESAR atua promovendo programas de Educação Corporativa como a Formação em Dados. Também oferecemos outras soluções voltadas para a atração, desenvolvimento e permanência de talentos, iniciativas necessárias e importantes para a inovação tecnológica no país.

Achou interessante e deseja o apoio do CESAR para desenhar um programa de educação corporativa para a sua empresa?  Entre em contato com a gente e fale com um consultor.
 

Comentar