O HCP dos nossos sonhos

Como um instituto de inovação pode contribuir com um Hospital que cuida de pacientes com câncer? Essa pergunta pode ter diversas respostas, e uma delas é “ajudando a adicionar mais vida na vida das pessoas”.

Apesar dos avanços no tratamento do câncer, o número de pacientes é muitas vezes maior do que os hospitais podem suportar. O estresse para funcionários e pacientes é imenso e muitas vezes pode até prejudicar a qualidade de vida de todos os envolvidos.

Para contribuirmos com inovação para uma instituição tão importante e complexa como o HCP uma abordagem arrojada e inovadora se fez necessária. Não bastava analisar os sistemas de TI quanto ao seu fluxo e sua usabilidade, assim como não bastaria apenas analisar os processos e indicar o melhor a ser adotado. Precisávamos mais uma vez ir além.

Dessa forma, iniciamos uma pesquisa imersiva dentro da instituição, vivenciando o dia a dia de uma perspectiva humana, do ponto de vista dos pacientes, funcionários, voluntários e médicos Afinal, todos precisavam de voz.

Após essa vivência, na qual pudemos escutar e sentir o cotidiano da instituição, organizamos uma série de encontros coletivos, com pessoas de diversos perfis. Nesses workshops de ideação, uma pergunta central norteava a discussão:

“Qual o HCP dos seus sonhos?”

À primeira vista, pode parecer uma pergunta estranha em uma consultoria em inovação. Mas essa abordagem permitiu que enxergássemos os problemas e as soluções desejadas pelas mais diversas pessoas que constituem aquele espaço de convívio tão diverso e sensível.

Paralelamente, iniciamos uma prototipação de processos para descobrir qual melhor se adaptava à realidade da instituição. A partir daí surgiu um processo piloto que levava em consideração as peculiaridades e necessidades do HCP e que foi implementado ainda durante a consultoria, permitindo que ajustes e modificações fossem feitas para lapidar as interações entre os setores.
Enquanto isso, validamos pontos previamente mapeados pela TI da instituição, priorizando os que necessitavam de um tratamento mais urgente, além de levantar outras necessidades advindas de nossa imersão no ambiente de trabalho do HCP.

Todo o trabalho da equipe foi reunido em um relatório que contém não apenas os relatos, análises, findings e ações, como também contos, sonhos e infográficos que ilustram essa vivência sensível, necessários para uma compreensão empática dos problemas complexos que um gestor de uma instituição hospitalar enfrenta cotidianamente.

O corpo do HCP atuou lado a lado com o CESAR para que a mudança acontecesse através da conscientização de todos os envolvidos em prol de um objetivo único.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *