CESAR aposta nas pessoas: investimentos em qualificação são prioridade

CESAR aposta nas pessoas: investimentos em qualificação são prioridade

Nos últimos anos, o CESAR passou a focar ainda mais na qualificação de seus colaboradores. Os resultados aparecem não apenas nas novas contratações – só neste período de pandemia a organização já atraiu mais de 200 profissionais – mas na retenção de pessoas, com melhoria no clima de trabalho, com gente mais engajada na cultura da instituição e no propósito de trabalhar pelo outro, pela sociedade e pelo mundo com competência e inovação.

Quando o CESAR decidiu priorizar a qualificação dos colaboradores, pensou não apenas nas questões técnicas, mas na formação de líderes cuja gestão fosse direcionada para pessoas. “Hoje, temos quatro gerações atuantes dentro do CESAR e o desafio era encontrar uma forma de lidar com essas diferenças de expectativas. As lideranças precisam estar atentas a isso, a essa nova forma de liderar, de engajar e de compartilhar conhecimento”, explica Andréa Laurindo, consultora de Recursos Humanos no CESAR.

“Além disso, o processo de mudança na área de Tecnologia é muito rápido, o que se aprende hoje rapidamente está obsoleto. A capacitação, então, precisa ser uma constante”. 

Nos últimos dois anos, os aportes do CESAR são fortemente empregados na formação e qualificação de profissionais sêniores – mas com atuação em todas as esferas. Segundo Andréa Laurindo, liderança, cultura organizacional, novas tecnologias e o eixo de dados têm estado presentes nesse processo.

Reter talentos

O mercado envolto em Tecnologia, sempre ágil e promissor, é também terreno de disputa por bons profissionais, onde a retenção de talentos é um desafio. Nesse trâmite, não bastam salários convidativos mas, reforça Andréa Laurindo, “uma cultura que engaja, que envolve, que instiga, que desafia”. “Isso tem permeado tudo o que temos feito nos últimos anos”, reforça.

Para o CESAR, as pessoas, hoje, precisam se perceber evoluindo, precisam se perceber desafiadas em tudo que fazem. “Promover esse ambiente de desafio e inovação é uma grande fonte de retenção, porque propicia crescimento e aprendizagem”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.cesar.org.br/wp-content/uploads/2018/08/IMG_9090-1.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}