Transformação Digital no setor de Saúde: começando a jornada pelas pessoas

Transformação Digital no setor de Saúde: começando a jornada pelas pessoas

A cada dia uma nova tecnologia é lançada e/ou aplicada à saúde. O futuro caminha para um cenário de hospitais organizados em rede, que alcançam o paciente remotamente, quer seja em casa, no trabalho e nas atividades do dia a dia, usando cada vez mais aplicativos. O hospital do futuro contará com a participação da inteligência tecnológica nos processos de uma maneira muito mais completa, desde o atendimento, internação, diagnósticos até o acompanhamento remoto da evolução do paciente.
Experiência do paciente – Diversos relatórios apontam tendências que estão revolucionando a saúde; poderíamos citar vários deles. Mas, a despeito de tanta tecnologia, nunca se falou tanto em “experiência do usuário” e este conceito também se aplica à “experiência do paciente”. Um artigo deste ano da Harvard Business Review diz que “Melhorar a experiência do paciente começa com o engajamento das pessoas antes que elas se tornem pacientes.”

Informações de alta qualidade – A inclusão de membros da família no círculo de cuidados e a promoção proativa de cuidados preventivos pode ajudar a detectar doenças precocemente ou evitar seu início. O amplo alcance e a educação por meio do compartilhamento sistemático de informações de alta qualidade podem ajudar os pacientes e suas famílias a fazer escolhas mais informadas sobre seus cuidados.

Com o crescimento dos recursos tecnológicos, surge a capacidade de personalizar a experiência de assistência médica e a jornada do paciente. A Forbes indica que “os locais de assistência médica poderão criar uma experiência completamente personalizada para cada cliente. As clínicas poderão usar os dados para ver quais médicos um paciente prefere, se eles gostam de ser vistos pessoalmente ou remotamente, seu histórico de saúde e quaisquer possíveis problemas de saúde. Isso significa que, em vez de ter que navegar por uma teia complicada de representantes de saúde, as informações de um paciente serão facilmente acessíveis para que possam ser feitas as opções de tratamento corretas, cuidados preventivos e recomendações”.

Mas melhorar a jornada de um paciente requer o esforço contínuo e integrado de diversas áreas da organização de saúde, e que ela própria esteja voltada a este propósito. É um trabalho em conjunto, para entregar a melhor experiência possível.

Transformação Digital – Diante deste cenário, o CESAR acredita que a Transformação Digital acontece nas pessoas, nos mercados e nas organizações. Mas sabemos como é árdua a jornada de quem quer liderar essa transformação nas empresas. Foi na tentativa de ajudar o mercado que criamos o ICTd – Índice CESAR de Transformação Digital. Ele avalia a maturidade digital de empresas dos mais diversos setores a partir de uma visão holística que abrange aspectos dentro e fora da organização. A partir de um framework criado pelo centro de inovação, o ICTd analisa a transformação digital a partir de oito eixos:

  1. Pessoas e Cultura
  2. Consumidores
  3. Concorrência
  4. Inovação
  5. Processos
  6. Modelos de Negócio
  7. Dados e Ambiente Regulatório
  8. Tecnologias Habilitadoras

Com o objetivo de medir o nível de maturidade digital de empresas, o ICTd pode ser aplicado em diversos setores, inclusive no de saúde. Afinal, tanto hospitais quanto laboratórios, clínicas e planos de saúde precisam se reinventar para prestar um serviço de qualidade, que atenda às necessidades e anseios de seus clientes.

Segundo Michael Phillips, Diretor Clínico da Intermountain, sistema de assistência médica e maior fornecedor de serviços de saúde na região oeste dos Estados Unidos, devemos pensar nos pacientes como seres humanos, não como problemas de saúde. E ainda afirma: “mudanças culturais precisarão acontecer, a tecnologia é a parte fácil. A cultura é a parte desafiadora”.

Por isso, é importantíssimo que qualquer organização que esteja ligada ao setor da saúde entenda e analise em que momento se encontra frente à transformação digital.

Conheça o índice do CESAR, faça o teste e receba uma análise detalhada com recomendações importantes para acelerar a transformação digital na sua empresa: https://transformacao.cesar.org.br/

Juliana Burza – Gerente de Negócios do CESAR

 

Fontes:

https://hbr.org/sponsored/2019/01/why-improving-the-patient-experience-is-vital-for-the-health-care-industry-and-how-to-do-it
https://www.hcinnovationgroup.com/policy-value-based-care/article/13030608/making-care-connections-happen-how-intermountain-healthcare-is-moving-the-needle-on-virtual-care
https://blog.definitivehc.com/top-8-healthcare-trends-2019
https://www.forbes.com/sites/blakemorgan/2018/01/09/the-top-5-trends-in-customer-experience-for-healthcare/#27791f6623e6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.cesar.org.br/wp-content/uploads/2018/08/IMG_9090-1.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}