min para ler
04 de October, 2021

Tecnologia Artigo

O 5G impulsionando os pilares ESG

5G_ESG
POR: BENEDITO MACEDO | DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO E OPERAÇÕES DO CESAR

 

A pandemia do COVID-19 deixou clara a importância da Internet e da conectividade para a sociedade funcionar. De repente, passamos a fazer tudo online: nossos trabalhos se tornaram remotos, as escolas e universidades passaram a ser pelo Zoom. Até para receber atendimento médico a internet tem se mostrado um meio cada vez mais presente, como mostra a pesquisa do Global Top Industry Health 

Neste contexto do último ano e meio, a perspectiva da chegada do 5G no Brasil abre uma gama de oportunidades e se torna fundamental para acelerar a transformação digital no país.

O novo padrão tecnológico para comunicação móvel é o 5G, desenvolvido para suceder o 4G, que está em processo de licitação no Brasil e já em instalação em diversas partes do mundo. As principais características do 5G são maior capacidade de vazão de dadosmenor latência  (tempo de resposta) e a capacidade de suportar mais dispositivos simultaneamente em uma estação radiobase (erb). 

Essas características possibilitam a criação de serviços e produtos, integrando inteligência artificial e realidade aumentada mista, como podemos ver em diversos “cases” que já estão sendo desenvolvidos pelo mundo:

  • Parceria do CESAR com a Ponto Care, empresa norte-americana, que criou uma solução de medicina remota para aumentar o cuidado com a saúde, onde uma van com equipamentos médicos e conectada a rede 5G vai até a casa do paciente para a realização de exames. 
  • 5G Super Stadium – onde a Verizon desenvolveu uma experiência de uso para audiência dos jogos de futebol americano, com estatísticas em tempo real, múltiplas câmeras e realidade aumentada. 

Ainda estamos em um processo de descoberta das oportunidades e entendimento dos impactos da tecnologia 5G nos diversos contextos de negócios. Nesse cenário, o design thinking se torna peça fundamental para que as oportunidades possam ser exploradas e problemas possam ser resolvidos sempre pela ótica dos usuários desses serviços e produtos.

A conectividade traz desenvolvimento social e econômico

O acesso a uma maior conectividade faz parte da infraestrutura básica para promover o desenvolvimento social. Em países como o Brasil, no qual 58% da população  acessa a rede exclusivamente pelo telefone móvel, ter mais conectividade implica em maior alcance de serviços em locais onde hoje não estão disponíveis, levando assim a uma maior inclusão social. 

Com o progresso da instalação da infra-estrutura de 5G e progressiva queda dos preços dos aparelhos, essa maior inclusão social será possível, assim como foi nas gerações anteriores (4G/3G).

Com a pandemia, ficou cada vez mais evidente a importância de boas redes de comunicação, da conectividade para todos e de direcionar recursos para que boas práticas de sustentabilidade e uma agenda ESG (sigla em inglês para  Ambiental, Social e Governança) sejam aplicadas na implementação desta e de outras possíveis novas tecnologias. 

Em um país continental como o Brasil, onde os serviços médicos estão concentrados nas grandes cidades, a rede 5G irá permitir que as populações do interior tenham acesso não só a consulta médica, mas também a exames sofisticados e até cirurgias remotas. De forma idêntica, os serviços educacionais estarão disponíveis fora das capitais.


Um outro ponto de destaque, principalmente no momento atual de crise  no suprimento de energia elétrica, inclusive com ameaça de apagão, é o consumo de energia. Os equipamentos de 5G consomem até 90% menos energia por unidade trafegada do que os equipamentos de 4G. 

É preciso pensar a tecnologia chttps://materiais.cesar.org.br/5g-ebookomo um catalisador de mudanças sociais, ao conectar comunidades off the grid, gerar novas oportunidades de aprendizado e emprego. 

Agora que você já entendeu como o 5G pode impulsionar os pilares do ESG, quer saber mais quais são as oportunidades trazidas por essa tecnologia para o mercado de inovação? Leia o nosso e-book 5G: Um panorama das oportunidades para o mercado de inovação

1 Comment